domingo, 19 de agosto de 2012

Vãs tentativas

Tentar. Atentar? O que às vezes parece não é. Ou será que é?

Ele começou a perceber numa frase de Santa Teresinha que era preciso ser melhor e claro, ser feliz. Ela dizia o seguinte: 'Eu sou aquilo que Deus pensa de mim'. dessa forma, o menino começou a rever as cenas. Os conceitos e os pré conceitos (ou preconceitos?).

Para o menino, começou a ser corriqueiro o pensar alheio. Agora, eles podem dizer tudo o que quiserem dizer a seu respeito. Tentar derrubá-lo (forte expressão, não?). Porém, ele não vai permitir que mais ninguém consiga ter a audácia de colocar nuvens sobre ele.

E podem tentar até, mesmo em fazê-lo sentir que ele não importo a todos, porém, o menino se recusa a hesitar no que acredita ou perder a fé nos seus sonhos. 

Por que há uma luz nele que brilha forte. Podem tentar, mas é algo que o menino possui. Podem fazer qualquer coisa que quiserem. Mesmo que ele permita que os fantasmas entrem, agora ele consegue acolhê-los, deixá-los sentar e mostrar a pertença da casinha. Pelo visto, nunca ou quase nunca mais, hão de ganhar. 

Quando ele se agarrou ao amor próprio, nunca mais conseguiu deixar-se de lado. E como ele tem aprendido... A respeito da paz interior que é dele, as marcas do Eterno em sua alma. O menino também tomou posse de sua vida. das rédeas e dos argumentos. Elementos que os outros não podem mais possuir. Então ele resolveu não ter mais medo. E a escuridão desaparecerá...

Eles podem tentar, mas não podem tirar isso de mim...

Esse texto tem uma inspiração. É da música 'Can't Take That Away' by Mariah Carey. Fiz a minha leitura da canção, que há tempos me acompanha. Se já rezei com ela? Demais! Encontro a Deus no impossível, por vezes. E louvo-O por isso. Segue o vídeo, para quem quiser cantar, refletir, rezar...



Até breve!

Ü

Nenhum comentário: